Bem vindos ao meu blog!



sábado, 23 de abril de 2011

Segue aí a homenagem que fiz pra minha best nos 15 dela, aaaaaah, e algumas fotenhas tbm:





Para Sempre

Amiga, lembra daquele dia que eu te disse que poderia partir? Pois é, você duvidou, e eu também. Mas aconteceu, e nós ficamos sem ter o que fazer. Como seria a separação de duas amigas de infância, que cresceram juntas e juntas descobriram a amizade?
É, foi uma separação dolorosa, e hoje eu estou aqui, tentando colocar pra você o quanto és importante pra mim.
Eu nunca pensei que depois de tudo que vivemos juntas teríamos que nos despedir, por motivos bobos, intoleráveis, incompreensíveis.
Samanta, lembra-te do dia que adotamos nossos passarinhos? Lembra da nossa emoção os levando pra tua casa, sem mesmo saber onde iríamos colocá-los, os carregando naquela minúscula caixa de papelão junto as nossas bicicletas? Lembra quando os batizamos e quando os casamos? Lembra-te do enterro? Nós duas tão inocentes tendo que enterrar um bichinho tão inofensivo.
Choramos é claro, quando tu me contou do teu primeiro amor, da tua briga com tua mãe, e das vezes que tu se fez de consolo pra mim.
Amiga, te lembra do nosso primeiro banho de chuva? Eu não devia ter me queixado de ter ficado resfriada aquele dia. Eu devia ter aproveitado, pois sabe-se lá quando eu terei outro momento igual a esse.
Amiga, Lembra-te das nossas guerras de brigadeiro, dos nossos sorvetes no fim de tarde, e da nossa fábrica de chocolate?
Meu eterno consolo, é assim que vou te chamar de hoje em diante, minha melhor amiga, com letras maiúsculas, de um jeito que só tu entende, de um jeito que só tu poderá repetir pra mim.
Garota, você vale ouro você é única, insubstituível. Só você consegue ser o que é, seu jeito complicado, como uma garota delicada, que não sai de casa sem ter o cabelo arrumado e sem uma maquiagem no rosto, você é aquela menina que consegue demorar horas decidindo se coloca uma saia ou um vestido, mas isso nunca me incomodou, e sabe, eu vou estranhar se minhas futuras amigas estiverem prontas na hora que eu combinar com elas, estou tão acostumada contigo.
Por favor, me ouça, nunca deixe de ser a minha Samanta, a minha melhor amiga, com a personalidade que tu tens, não se iluda por qualquer coisa, não se deixe influenciar por ninguém, e nunca, nunca mesmo, esqueça de mim, pois um amigo não é apenas aquele que te acompanha nas melhores festas, e nem aquele que te apresenta meninos bonitos. Amigo é aquele que te empresta o ombro quando tu precisa chorar, que te empresta o casaco quando estiver com frio, e te empresta a própria vida se estiver em perigo.
Eu não quero perder nenhum contato contigo, nem que eu deixe de existir, e quando estiver naqueles momentos de solidão, pode ligar para mim, porque eu vou estar sempre pronta para te ouvir, e como uma boa amiga, eu sempre vou estar disponível para te dar conselhos e para te dizer se está certa ou errada.
Sa, lembre-se sempre: “Entre duas amigas, o lema é quando uma cai, as duas se machucam”.

Em homenagem á ti, minha eterna amiga, que me ensinou que o futuro pertence àqueles que acreditam na beleza de seus sonhos.




Da sua irmã do coração, Maria Paula.

Nenhum comentário:

Postar um comentário